O incêndio que deflagrou hoje em Montargil, no concelho de Ponte de Sor, Portalegre, continuava, cerca das 20h00, a lavrar com uma frente ativa, tendo destruído uma casa e obrigado a retirar vários habitantes.

Fonte da GNR adiantou à agência Lusa que “várias pessoas” foram retiradas das suas casas, ameaçadas pelas chamas, na zona de Montargil.

Pelo menos uma habitação acabou por ser consumida pelo fogo, indicou a fonte, referindo não haver danos pessoais a registar.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre disse à Lusa que, cerca das 20:00, “70 por cento” da área do incêndio florestal estava dominada pelos mais de 200 operacionais mobilizados.

O incêndio deflagrou, cerca das 16:20, na zona de Farinha Branca, perto de Montargil, estando a lavrar numa área de mato, pasto, pinheiros e sobreiros.

O combate às chamas ocupava, cerca das 20:00, um total de 234 operacionais de várias corporações de bombeiros dos distritos de Portalegre e Santarém, com o apoio de 73 veículos, tendo já desmobilizado, com o cair da noite, os meios aéreos.