Um estudante da Universidade do Ohio, nos Estados Unidos, conseguiu ganhar um estatuto de herói, não só na sua turma, mas também um pouco por todo o mundo. Foi numa aula de Química Orgânica, quando Vinny Forte apostou com o professor que conseguia encestar uma bola de papel no cesto do lixo, a partir da parte de trás da sala — uns 20 metros.

O professor achou tão improvável que Vinny acertasse que foi muito longe na aposta: se o estudante conseguisse, toda a turma ficaria livre do primeiro teste, tendo automaticamente a nota máxima. Ninguém achou que pudesse mesmo ser possível. Mas foi. E uma colega de turma filmou e partilhou nas redes sociais:

https://www.youtube.com/watch?v=nY3U-p1gcX0

O tweet em que a colega de turma partilhou o vídeo já foi partilhado mais de 200 mil vezes em todo o mundo, e a verdade é que o professor manteve (mais ou menos) a promessa. Um dos colegas escreveu um comentário no Reddit a explicar a situação:

A verdadeira promessa era que não haveria teste, esperando que ele falhasse o cesto. Em vez disso, o professor decidiu que haveria na mesma um teste, mas baseado na participação” — ou seja, toda a gente teve 100 só por participar.

Mas como se origina uma situação destas em plena aula? O mesmo colega explicou no Reddit que “o professor estava a demonstrar os níveis de energia dos eletrões com uma bola a representar o eletrão. Ele atirou a bola para os alunos no início da aulas, e depois falou durante um pouco”. Depois, o professor pediu à pessoa que tivesse a bola para a atirar para o balde. E nem sequer seria, à partida, Vinny a atirar o papel. “Originalmente era para ser uma rapariga para a atirar, mas ela entregou-o ao Vinny quando soube o que estava ali em jogo”, concluiu o colega.