Assumindo como objectivo o reforço da presença em países como a Índia, China e Brasil, a Ford concebeu um plano que passava pela criação de uma nova família de automóveis compactos, a lançar até 2018. No entanto, face ao decréscimo das vendas deste tipo de veículos também nos chamados mercados emergentes, a marca da oval terá decidido, segundo noticia a agência Reuters, recuar na pretensão e congelar o projecto.

A decisão, acrescenta a “Carplace”, terá sido comunicada internamente no passado mês de Julho, tornando sem efeito a intenção de fazer nascer uma nova família de compactos, constituída por versões hatchback, sedan e até SUV.

Recorde-se ainda que o projecto, denominado B500, previa um investimento de, pelo menos, 4,5 mil milhões de euros.

Contactada pela agência noticiosa, a Ford não quis confirmar ou desmentir a informação. “Estamos constantemente a avaliar oportunidades para responder melhor às necessidades dos consumidores e não comentamos especulações sobre planos de futuros produtos”, limitou-se a marca a afirmar, através de um porta-voz.