Universidade Católica

Universidade Católica e Luz Saúde vão abrir Faculdade de Medicina em Cascais

16.381

É a primeira vez que uma universidade privada portuguesa vai ter uma faculdade de Medicina, projeto com parceria do Luz Saúde. Novo polo universitário será aberto no antigo Hospital de Cascais.

Na nova faculdade vão-se juntar os cursos de medicina e enfermagem

Paulo Spranger

A Universidade Católica Portuguesa (UCP) vai, ao fim de várias tentativas frustradas, abrir uma Faculdade de Medicina. A universidade juntou-se ao grupo Luz Saúde para fundar um novo polo em Cascais. A UCP será a primeira universidade privada portuguesa com uma faculdade de Medicina.

Depois de estabelecida a parceria entre a Luz Saúde e a UCP, terá sido essencial o contributo do município de Cascais, liderado pelo social-democrata Carlos Carreiras, que ofereceu “um contributo determinante na negociação de terrenos da autarquia”, como informa o jornal i na sua edição impressa.

Segundo o i, o polo universitário vai ser no antigo Hospital de Cascais, onde será construído um pavilhão destinado às aulas teóricas dos cursos de enfermagem – em funcionamento desde 2006 – e do novo curso de medicina.

A Agência de Avaliação e Acreditação – responsável por autorizar o funcionamento dos cursos superiores em Portugal – chumbou repetidas vezes as tentativas de universidades privadas abrirem cursos de medicina. Entre as faculdades privadas que tentaram abrir cursos desta natureza contam-se a Católica, Lusófona, Fernando Pessoa e o Instituto Piaget.

O orçamento anual de uma licenciatura em Medicina pode ser superior a 20 mil euros e depende de um acordo com um hospital que tenha dimensão suficiente para albergar os estudantes. Muitos hospitais têm alguma resistência a tornarem-se hospitais universitários já que, por norma, a sua eficiência diminui ao receberem estudantes.

Com a parceria da Luz Saúde, os alunos poderão complementar a sua educação durante três no Hospital da Luz, em Lisboa.

Em 2004 a UCP fundou o Instituto de Ciências da Saúde “com a finalidade de coordenar as áreas do Saber que incorporam as questões da Biomedicina e da Saúde”, explica o site da instituição. A Escola de Enfermagem da Católica teve início em 2006, em Lisboa e no Porto.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
caderno de apontamentos

Educar mesmo /premium

Miguel Abranches Pinto

O debate sobre a educação cairá sempre na necessidade de uma presença adulta, sendo aqui que se joga o diálogo da família com a escola, para que o jovem possa crescer e afirmar a sua personalidade.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)