Cinema

Leão de Ouro do Festival de Veneza para realizador filipino Lav Diaz

Leão de Ouro, prémio máximo do Festival Internacional de Cinema de Veneza, foi atribuído ao filme "The women who left", do realizador filipino Lav Diaz.

CLAUDIO ONORATI/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O Leão de Ouro, prémio máximo do Festival Internacional de Cinema de Veneza, foi neste sábado atribuído ao filme “The women who left”, do realizador filipino Lav Diaz, sobre uma mulher falsamente acusada por um crime. O Grande Prémio do Júri foi para “Nocturnal animals”, de Tom Ford.

O Leão de Prata, de melhor realização, foi atribuído a dois realizadores, o mexicano Amat Escalante, por “El región selvaje”, e o veterano russo Andrei Konchalovsky, já antes distinguido no festival, por “Paradise”.

O prémio de melhor ator foi atribuído ao argentino Oscar Martínez, em “El ciudadano ilustre”, de Maria Eugenia Sueiro, e o de melhor atriz à norte-americana Emma Stone, pelo desempenho em “La La Land”, comédia musical escrita e dirigida por Damien Chazelle.

O norte-americano Noah Oppenheim recebeu o prémio de melhor argumento, por “Jackie”, de Pablo Larrain, com Natalie Portman no papel de Jacqueline Kennedy/Onassis. O prémio especial do júri foi para a realizadora norte-americana Ana Lily Amirpour, por “The Bad Batch”.

O ator português Nuno Lopes foi hoje distinguido pelo júri da seção “Orizzonti”, do Festival Internacional de Cinema de Veneza, com o Prémio Especial de Melhor Ator, pelo seu desempenho no filme “São Jorge”, de Marco Martins. A entrega dos prémios, que ainda decorre em Veneza, distinguiu, na secção “Orizzonti”, a cineasta belga Fien Troch, como melhor realizadora, pelo filme “Home”, e, como melhor filme, “Liberami”, de Federica Di Giacomo. O júri do festival de Veneza foi presidido pelo realizador britânico Sam Mendes.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Descobrimentos

Uma lança em África /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
371

Neste tempo, em que muitos se orgulham do que os deveria envergonhar, também há quem se envergonhe das glórias da história de Portugal.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)