O Benfica empatou esta terça-feira com o Besiktas, clube turco onde joga Quaresma, no primeiro jogo da Liga dos Campeões. O jogador brasileiro Talisca, emprestado pelo Benfica aos turcos, marcou o golo que assegurou o empate. Na flash interview da Sport TV, Talisca criticou fortemente o Benfica e o seu presidente, Luís Filipe Vieira. Quando questionado sobre se o seu golo foi uma espécie de vingança, Talisca avançou: “Não foi vingança, foi sentimento de orgulho próprio. Várias pessoas do Benfica vieram-me criticar dizendo que sai pelo dinheiro. Não foi por dinheiro que saí, desde as férias que sabia que ia ficar.”

O jogador disse que não sabia por que razão deixou o clube da Luz:

Também gostava de saber por que saí. Gostaria de deixar um recado ao presidente do Benfica e ao vice-presidente, Rui Gomes [da Silva], que teve um desrespeito muito grande por mim. A minha filha com seis dias de nascimento, e o Benfica pagou salários a toda a gente menos a mim. Quando a gente trabalha sério tudo corre bem.”

Talisca acredita que foi a “ambição” que levou o clube turco a marcar. “Foi um jogo muito importante, muito difícil. Sabemos do grande clube que é o Benfica, e nós com o nosso potencial e ambição de equipa fizemos um bom jogo. Estamos cientes do que temos que fazer na Champions e sabemos da dificuldade do grupo”. Apesar de tudo, o jogador brasileiro exprime o desejo de ver o Benfica ser campeão de Portugal.