Três homens foram detidos esta terça-feira de manhã depois de rusgas com 200 polícias em abrigos de refugiados em Schleswig-Holstein, suspeitos de terem sido enviados para a Alemanha pelo grupo terrorista Estado Islâmico. O ministro do interior alemão, Thomas de Maiziere, afirmou que os homens detidos tinham ligações com os ataques terroristas de Paris, que fizeram 137 mortos em novembro.

Mahir Al-H., de 27 anos, Mohamed A., de 26, e Ibrahim M., de 18, terão chegado à Alemanha em novembro de 2015 para “completar uma missão já delineada ou para esperar novas instruções”. Os três homens terão viajado pela Turquia e Grécia com passaportes falsos e estavam a ser monitorizados pelas forças policiais alemãs há já vários meses, informa o Die Welt.

Segundo um comunicado emitido pela polícia alemã o mais novo dos detidos tinha sido treinado para combate com armas e na criação de explosivos.

A polícia afirmou ter apreendido “muito material”.