O Comité Executivo da UEFA designou o grego Theodore Theodoridis para o cargo de secretário-geral do organismo regulador do futebol europeu, por proposta do novo presidente, o esloveno Aleksander Ceferin.

Theodoridis já desempenhava interinamente o cargo de ‘número dois’ da UEFA, depois de ter substituído em março Gianni Infantino – do qual era adjunto desde 2010 -, na sequência da eleição do ítalo-suíço para a presidência da FIFA.

Na primeira reunião sob a presidência de Ceferin, o Comité Executivo decidiu também distinguir as federações da Islândia, República da Irlanda, Irlanda do Norte e País de Gales pela contribuição que os seus adeptos deram para o sucesso do Euro2016, vencido por Portugal.

As federações cujos adeptos a UEFA considerou “particularmente entusiastas e apaixonados” vão receber uma placa comemorativa em um dos próximos jogos das respetivas seleções nacionais na fase de qualificação europeia para o Mundial 2018.

O organismo de cúpula do futebol continental designou ainda o estádio Olímpico de Kiev para palco da final da Liga dos Campeões de 2018, a 26 de maio, e o Lilleküla, em Tallin, para o jogo da Supertaça europeia, a 14 de agosto daquele ano.