O primeiro passo foi dado em Dezembro de 2010, com o lançamento do Nissan Leaf. Desde então, a oferta de veículos eléctricos da Aliança Renault-Nissan não mais parou de aumentar, com o consórcio franco-nipónico a anunciar, agora, ter alcançado a marca de 350 mil unidades vendidas. Isto depois de, em Agosto passado, já ter obtido o recorde de vendas de 100 mil veículos eléctricos em apenas um ano.

Deste modo, a Aliança Renault-Nissan é, hoje, responsável por metade das vendas de automóveis eléctricos a nível mundial, com o Leaf a ser o modelo mais vendido neste segmento, com mais de 230 mil exemplares entregues a clientes. Na Europa, é o Renault ZOE que lidera a tabela de vendas.

De realçar que, presentemente, a Renault-Nissan é o único grupo automóvel, a nível global, a oferecer uma gama diversificada de veículos eléctricos, tanto para uso particular como profissional. Além do Leaf, a Nissan conta na sua oferta com o comercial ligeiro e-NV200, vendido sobretudo na Europa e no Japão. Já a Renault, a par do ZOE, propõe o Kangoo Z.E., a berlina SM3 Z.E. (na Coreia do Sul) e o pequeno Twizy, o conhecido citadino com dois lugares em tandem.