Portugal vai na quarta-feira ao mercado para arrecadar até 1.750 milhões de euros através de dois leilões de Bilhetes de Tesouro, a seis e 12 meses, segundo a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

Os dois leilões das linhas de Bilhetes de Tesouro (BT) realizam-se pelas 10:30 da próxima quarta-feira e têm maturidades a 17 de março de 2017 (seis meses) e a 22 de setembro de 2017 (um ano), com um montante indicativo global entre 1.500 milhões e 1.750 milhões de euros.

Em julho, nos últimos leilões de BT comparáveis, Portugal conseguiu colocar 554 milhões de euros a seis meses a uma taxa de juro de -0,003% e 1.360 milhões de euros a 12 meses com uma taxa de juro de 0,038%.

Na altura, o montante colocado (1.904 milhões de euros) superou o montante global indicativo, entre 1.500 e 1.750 milhões de euros e as taxas de colocação foram mais baixas.

Os leilões da próxima quarta-feira já estavam previstos no programa de financiamento do IGCP do terceiro trimestre, sendo que esta é a terceira vez que o IGCP vai ao mercado para financiamento de curto prazo desde julho, tendo conseguido arrecadar um total de 3.204 milhões de euros nas duas idas ao mercado anteriores.