A Dreamforce é uma das maiores conferências de tecnologia e inovação do mundo e este ano conta novamente com uma participação portuguesa: a Wizdee, startup fundada por Paulo Gomes e Bruno Antunes em 2012 para facilitar o dia-a-dia das empresas. Como? Através de um software de Business Intelligence que permite processar e extrair informação de dados em tempo real, ajudando os líderes a tomar decisões.

Promovida pela tecnológica norte-americana Salesforce, a Dreamforce for organizada pela primeira vez em 2003, em São Francisco, nos EUA e conta com cerca de 150 mil participantes. Este ano, decorre de 4 a 7 de outubro e o concerto de beneficência está a cargo dos U2. Nos anos anteriores, subiram ao placo nomes como Metallica, Red Hot Chilli Pepers ou Green Day.

Com sede em Coimbra, a Wizdee transformou a análise de dados num processo tão simples como fazer uma pesquisa no Google. Os utilizadores podem explorar os dados da empresa através de pesquisa de voz e texto e a plataforma é capaz de interpretar perguntas em linguagem natural, apresentando automaticamente gráficos com os resultados.

Com um investimento de 1,5 milhões de euros da Portugal Ventures e da Novabase, a Wizdee conta com uma equipa de 19 pessoas e está a expandir para o mercado norte-americano e europeu. “Estar na Dreamforce é uma excelente oportunidade para receber feedback e divulgar o produto lá fora”, afirma o líder da Wizdee, Paulo Gomes.

A Salesforce tem vindo a desenvolver diversas soluções de software para empresas, atraindo ao evento pessoas da área de marketing, finanças, programadores ou consultores. Em 2015, a Wizdee apresentou o seu produto aos participantes no palco do evento e este ano vai estar presente no Startup Valley, do Salesforce Campground, uma área reservada às parcerias de sucesso entre startups e a Salesforce.