Fiat

Panda refresca argumentos

Sucesso de vendas no seio do grupo Fiat Chrysler Automobiles, o Fiat Panda acaba de ser alvo de uma actualização, traduzida num visual e em materiais renovados, a par de uma maior conectividade.

Autor
  • Francisco António

O Fiat Panda acaba de ser sujeito a um facelift, com novidades ao nível do infoentretenimento, dos materiais e dos revestimentos. Já disponível para encomenda, o pequeno citadino de assinalável sucesso comercial – nos mercados europeus e não só – surge agora com duas novas cores exteriores, Vermelho Amore e Cinzento Colosseo, e dois novos tipos de jantes, de 14 e 15”.

Já no interior, o pequeno modelo italiano passa a contar com um novo volante de melhor toque e mais ergonómico, sendo que o painel de instrumentos foi igualmente redesenhado. Além disso, os bancos ganham novos revestimentos a combinar com os do tablier, passando a ostentar novas combinações de cores. Isto, a juntar à já conhecida habitabilidade e bagageira, com 225 litros de capacidade à partida, mas que pode chegar aos 870 litros, mediante o rebatimento das costas dos bancos traseiros. Sem esquecer, em termos de arrumação, os vários espaços espalhados pelo habitáculo.

Opcionais na versão de entrada Easy, soluções como os revestimentos em pele no volante e tablier, ou os comandos do rádio no volante, que são de série no Lounge e no 4×4. Este último, a distinguir-se também pelas aplicações em titânio, enquanto no Cross são apenas metalizadas.

A novidade mais importante é a introdução, no equipamento, do sistema de infoentretenimento Uconnect, disponível de série nas versões Lounge, 4×4 e Cross. E que, além de contar com uma aplicação dedicada, denominada Panda Uconnect, para Android e iOS, inclui ainda Bluetooth 2.1, áudio streaming, entradas USB (no tablier e porta-luvas), entrada AUX (no porta-luvas), sistema de reconhecimento de voz, MP3 e Bluetooth. O Uconnect possui ainda um acesso directo ao sistema de navegação instalado no smartphone dado como preferido, seja o Google Maps ou o Waze.

Em termos de motorizações, o Panda mantém a oferta de motores, todos eles Euro 6, a começar num 1.2 a gasolina de 69 cv, também disponível na variante bi-fuel gasolina/GPL, além de um dois cilindros 1,0 litros TwinAir em três níveis de potência: 65, 85 e 90 cv. A oferta fica completa com uma versão a gasolina e gás metano de 80 cv, a par do já conhecido turbodiesel Multijet de 95 cv.

Veja-os em acção:

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)