A Mini decidiu alargar a sua oferta de modelos de carácter eminentemente desportivo. No Salão de Paris, a marca britânica do Grupo BMW vai estrear mundialmente a nova Clubman John Cooper Works, a terceira versão do género da sua actual gama, que se vem juntar aos Mini JCW de três portas e Cabrio.

Argumento único da nova Clubman JCW, e que a distingue de imediato dos seus parceiros de gama, a combinação entre o sistema de tracção integral All4, proposto de série, e o conhecido motor 2.0 sobrealimentado de 231 cv e 350 Nm que anima todos os membros da actual família JCW. Seja com a caixa manual de seis velocidades, ou com a opcional caixa automática de oito relações, a nova Mini Clubman JCW anuncia 6,3 segundos nos 0-100 km/h e um consumo combinado de 7,4 l/100 km.

Esta “mini-Shooting Brake” conta ainda com suspensão desportiva, sistema de travagem de origem Brembo e jantes de 18” com desenho exclusivo, além da habitual optimização aerodinâmica garantida pelos vários apêndices aplicados na carroçaria. Já o equipamento de série destaca-se por adicionar elementos como os faróis por LED, o sistema de selecção dos modos de condução, os sensores de estacionamento, o sistema de arranque e acesso sem chave, cruise control adaptativo com função de travagem, volante desportivo multifunções e sistema de infoentretenimento com ecrã de 6,5”.

Não obstante a sua postura mais aguerrida, a Clubman JCW mantém intocados os atributos que fazem desta a variante de carroçaria mais versátil da actual gama Mini. Caso do portão traseiro de abertura bipartida ou do compartimento de bagagens com uma capacidade de 360 litros, ampliável até um máximo de 1.250 litros, mediante o rebatimento assimétrico do banco traseiro.