O etíope Kenenisa Bekele venceu este domingo a maratona de Berlim, ao cumprir o a prova em 2:03.03 horas, impondo-se na fase final ao queniano Wilson Kipsang.

Numa corrida em que a possibilidade de queda do recorde do mundo esteve presente quase até ao último momento, Bekele acabou por vencer e falhar a marca por seis segundos, pelo que o melhor tempo mundial manter-se-á na posse do queniano Dennis Kimetto (2:02.57), obtida em Berlim em 2014.

Na segunda posição terminou o queniano Wilson Kipsang, a 13 segundos do vencedor, enquanto o terceiro posto foi para o igualmente queniano Evans Chebet, já com mais 2.28 minutos.

Na prova feminina, o domínio etíope foi ainda mais claro, com os três primeiros lugares a serem ocupados por atletas daquele país. Aberu Kebede foi a vencedora com o tempo de 2:20.45 horas, sendo seguida de Birhane Dibaba (2:23.58) e de Ruti Aga (2:24.41).