República do Congo

Uma centena de mortos em confrontos em aeroporto da República Democrática do Congo

Confrontos pelo controlo do aeroporto surgiram entre partidários de um chefe tribal, morto em agosto, e as forças de segurança.

LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Uma centena de pessoas foram mortas na quinta-feira e na sexta-feira em confrontos entre partidários de um chefe tribal, morto em agosto, e as forças de segurança, pelo controlo do aeroporto de Kananga, no centro da República Democrática do Congo.

“O número de mortos ultrapassa uma centena incluindo os milicianos do chefe Kamwena Nsapu e oito militares que também morreram”, declarou um membro do gabinete do governador da província do Kasai-Central, cuja capital é Kananga.

Um padre da arquidiocese de Kananga confirmou à agência noticiosa AFP que houve pelo menos cem mortos: quarenta partidários do chefe tribal morreram na quinta-feira e, pelo menos, sessenta na sexta-feira.

A gravidade da situação levou “o Presidente da República a enviar o vice-primeiro-ministro do Interior para Kananga no sábado para entender por que havia tantas pessoas mortas nesta operação”, segundo disse à AFP uma fonte do governo.

A calma regressou a Kananga ao final da tarde de sexta-feira, de acordo com várias testemunhas.

Na quinta-feira, os apoiantes do chefe Kamwena Nsapu atacaram o aeroporto de Kananga e assumiram o controlo “durante várias horas na sexta-feira”, matando uma hospedeira da companhia aérea nacional Congo Airways, antes de serem obrigados a retirar pelas forças de segurança provenientes da cidade de Mbuji-Mayi.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)