Euromilhões

Primeiro sorteio do jogo “M1lhão” realiza-se hoje

O prémio é exclusivo para apostas realizadas em Portugal, segundo a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, e o sorteio está associado ao Euromilhões e fez subir o preço do jogo para 2,5 euros.

Lusa

O primeiro sorteio do novo jogo social do Estado “M1lhão”, associado ao Euromilhões, realiza-se esta sexta-feira e atribuirá um prémio no valor de um milhão de euros a um apostador português.

A partir deste dia, todas as semanas, às sextas-feiras, será atribuído, garantidamente, este prémio que é exclusivo para apostas realizadas em Portugal, segundo a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML).

Com a introdução do “M1lhão”, o preço da aposta simples no novo Euromilhões subiu de dois euros para 2,5 euros.

Por cada aposta simples no Euromilhões registada em Portugal, será gerado automaticamente um código alfanumérico único e aleatório, composto por três letras e cinco números, atribuído quando do registo do boletim do Euromilhões.

Para o apostador ganhar o “M1lhão” basta que o seu código seja igual ao código alfanumérico sorteado, sendo que a probabilidade de ganho no jogo depende do número global de apostas realizadas no concurso.

Em cada sorteio, participam todos os códigos do M1lhão resultantes de apostas feitas no Euromilhões desde o sábado anterior até à sexta-feira do sorteio.

As novas regras do Euromilhões, que entraram em vigor no passado sábado, foram publicadas a 16 de agosto em Diário da República, depois de ter sido aprovadas em Conselho de Ministros a 28 de julho.

A criação deste novo jogo, segundo anunciado então pelo Governo, pretende “combater a oferta ilegal que se verifica existir neste tipo de sorteios de números, assim como equiparar as regras nacionais do jogo Euromilhões às restantes Lotarias da União Europeia.

Segundo dados dos Jogos Santa Casa (JSC), nos primeiros oito meses do ano, foram alcançados mais de 517,3 milhões de euros em vendas registadas em Portugal, correspondentes a quase 259 milhões de apostas.

Cerca de 193 milhões de euros foram distribuídos às entidades beneficiárias das receitas do jogo, estipuladas no seu regulamento e cerca de 50,7 milhões de euros foram direcionados para o Estado, através do Imposto do Selo aplicável sobre prémios e vendas.

HN//GC

Lusa/fim

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)