O queniano Alfred Kiring venceu este domingo a Maratona de Lisboa, ao cumprir o traçado entre Cascais e o Parque das Nações em 2:10,27 horas. A prova feminina foi ganha pela também queniana Sarah Chepchirchir.

Kiring terminou a prova como uma vantagem confortável de 42 segundos em relação ao compatriota Reuben Qerio, segundo na prova. O terceiro classifica foi Seboka Nigusse, da Eritreia, com 2:11,42.

Sarah Chepchirchir venceu a corrida feminina com o tempo de 2:24,12 horas, batendo o recorde pessoal e da maratona lisboeta.