Em termos homólogos, de acordo com os dados do Eurostat, as quebras mais acentuadas dos preços na produção industrial foram registadas no Luxemburgo (-7,1%), na Holanda (-6,6%), na Croácia (-5,0%) e na Eslováquia (-4,9%) e os únicos aumentos foram verificados no Reino Unido (1,4%), em Malta (1,0%), na Suécia (0,7%) e na Polónia (0,1%).

Já face a julho, os recuos mais importantes observaram-se na Holanda (-1,9%), na Croácia (-1,4%) na Irlanda (-1,1%) e na Hungria (-1,0%), enquanto únicas subidas tiveram lugar na Letónia (0,9%), na Suécia (0,4%), em Chipre (0,2%) e na Finlândia (0,1%).

Em Portugal, o indicador recuou 2,9% face a agosto de 2015 e 0,4% na variação em cadeia.