A Oitante, sociedade que ficou com ativos do Banif, anunciou a conclusão do processo de venda do Banif Bank de Malta à Al Faisal International for Investment Malta.

A venda desta instituição já estava em fase muito adiantada no ano passado quando o Banif foi alvo de uma resolução bancária que não permitiu concluir a transação. O negócio foi anunciado no dia 18 de dezembro, dois dias antes de ser aplicada a medida de resolução ao banco português.

A alienação da participação de 78,46% do capital irá permitir a recapitalizar a instituição e a sua sustentabilidade e ainda assegurar o reembolso de um empréstimo obrigacionista de cinco milhões de euros, refere um comunicado da Oitante que não avança qual foi o encaixe com a operação. O comunicado emitido a 18 de dezembro referia que o preço correspondia ao valor contabilístico da participação na altura avaliada em 18,4 milhões de euros.

De acordo com a entidade detida pelo Fundo de Resolução, “o desfecho desta operação de venda ocorre após terem sido verificadas todas as condições estabelecidas na documentação contratual da operação assinada em dezembro de 2015 e posteriormente aditada em junho de 2016, incluindo a obtenção de autorização pela Direção Geral da Concorrência da Comissão Europeia e pelo Banco Central Europeu.”