Dark Mode 74,1 kWh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Estes são alguns dos novos livros que não pode perder em outubro

Depois de uma rentrée recheadinha, os lançamentos continuam em outubro com muitas coisas boas. Há um novo livro de Lobo Antunes, o volume I da obra completa de Ruy Cinatti e uma antologia de Adonis.

i

Getty Images/iStockphoto

Getty Images/iStockphoto

Ficção

A Porto Editora vai lançar este mês Prantos, amores e outros desvarios, de Teolinda Gersão, O Evangelho segundo Lázaro, de Richard Zimler, e a reedição dos dois Cadernos de Lanzarote, de José Saramago. No dia 13, será publicado o romance Os Preponderantes, do francês Hédi Kaddour. Kaddour estará em Portugal para apresentar o livro no dia 20, no Institut Français du Portugal, em Lisboa.

Mas o grande destaque da Porto Editora para o mês de outubro é o lançamento de Homens imprudentemente poéticos, o novo romance de Valter Hugo Mãe. O livro, que já foi apresentado no Porto, será lançado no dia 8 em Lisboa numa sessão que pretende assinalar os 20 anos de carreira literária do escritor português. O programa de festas inclui leituras e debates e pode ser consultado aqui.

Depois de muitos atrasos, a Assírio & Alvim vai finalmente editar o primeiro volume da Obra Poética completa de Ruy Cinatti. Em outubro, sairá também Bandolim, o novo livro de Adília Lopes, Tudo que Existe Louvará, da brasileira Adélia Prado, e a antologia (bilingue) Habitarei o meu nome, do Prémio Nobel da Literatura Saint John Pearse.

BeFunky Collage

A Livros do Brasil irá lançar A Mansão, de William Faulkner, o livro final da trilogia Snopes que não era editado em Portugal desde os anos 70, e O mistério dos fósforos queimados, de Ellery Queen. Em outubro, a Jacareca publicará Jumanji, uma das mais famosas obras do autor e ilustrador norte-americano Chrisvan Allsburg.

A Bertrand irá editar a 14 de outubro Doutor Sono, a aguardada sequela de The Shining, de Stephen King. Doutor Sono segue a história de Danny Torrance, agora adulto, e da sua tentativa de escapar a um passado tortuoso. “Uma história de regeneração em que o bem e o mal irão medir forças numa guerra épica”, garante a editora.

No mesmo dia, chegará também às livrarias História de um Canalha, de Julia Navarro, que pela primeira vez se aventurou fora do romance histórico. O lançamento do livro decorrerá no dia 10 de outubro, às 18h30, no El Corte Inglés, e contará com a presença da autora espanhola. O romance será apresentado pelo jornalista e escritor José Rodrigo dos Santos.

A Bertrand, que está a oferecer dez exemplares do romance, dará ainda a oportunidade de dez fãs de conhecerem pessoalmente a escritora. Para tal, basta responder de forma criativa à pergunta: “O que seria capaz de fazer para conseguir um livro autografado de Julia Navarro?”

A Quetzal irá lançar dois livros no dia 7: A Seta do Tempo – ou A Natureza da Ofensa, do britânico Martin Amis, finalista do Man Booker Prize de 1991, e À Luz do Que Sabemos, de Zia Haider Rahman, que, de acordo com a editora, é “uma peça extraordinária de uma nova literatura pós-colonial”.

A coleção de literatura de viagens da Tinta-da-China vai continua a crescer com Crepúsculo em Itália, de D. H. Lawrence. A 28 de outubro, chegará às livrarias mais um volume da coleção “Pessoa”, dirigida pelo pessoano Jerónimo Pizarro — Obra Completa de Ricardo Reis. A nova edição da poesia do heterónimo inclui inéditos e respeita a ortografia original de Fernando pessoa.

A E-Primatur irá lançar Grandes Esperanças, de Charles Dickens, e Voss, do Prémio Nobel da Literatura australiano Patrick White, uma história sobre a relação entre dois seres incomuns na Austrália da viragem do século XIX para o XX. Em outubro, a editora irá ainda publicar Inferno, uma peça de Bernardo Santareno. Inferno é o primeiro texto da literatura portuguesa a ter um serial killer como protagonista.

No dia 19, a Guerra & Paz irá publicar Boas Esposas, de Louisa May Alcott. O livro, editado originalmente com o título Little Women, Part Second, em 1986, é a continuação da obra Mulherzitas, lançada pela editora no mês de setembro. A (nova) tradução é de Rita Carvalho. Também em outubro, a Guerra & Paz irá acrescentar dois novos títulos à coleção dos “Livros Amarelos” — no início do mês A Celebre Rã Saltadora do Condado de Calaveras/Rikki-Tikki-Tavi, de Mark Twain e Rudyard Kipling, e no final do mês Cântico dos Cânticos/Manual de Civilidade Para Meninas, de Salomão e Pierre-Félix Louÿs.

Na Dom Quixote, o mês ficará marcado pelo lançamento do novo romance de António Lobo Antunes, Para Aquela Que Está Sentada No Escuro À Minha Espera, a 18 de outubro. Segue-se a publicação de O Túnel de Pombos — Histórias da Minha Vida, de John le Carré, Essa Puta Tão Distinta, de Juan Marsé e Os Contos da Peste, de Mario Vargas Llosa. Llosa estará em Lisboa entre os dias 7 e 8 para participar num encontro organizado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos e para a apresentação do seu novo romance Cinco Esquinas, editado pela Quetzal em junho.

BeFunky Collage2

A Dom Quixote irá ainda lançar O Arco-Íris do Instante, a primeira antologia poética de Adonis publicada em Portugal. Considerado um dos grandes nomes da literatura contemporânea, o poeta sírio já foi por diversas vezes apontado como um dos potenciais vencedores do Prémio Nobel da Literatura. (Em setembro, a Porto Editora lançou Violência e Islão, uma longa entrevista feita ao escritor por Houria Abdelouahead).

Não-Ficção

Depois de publicar Dicionário de Lugares Imaginários e Uma História da Curiosidade, a Tinta-da-China dará continuidade à publicação da obra de Alberto Manguel com A Biblioteca à Noite. Nas livrarias a partir de 14 de outubro. No mesmo dia, a editora irá publicar Uma Nova Concepção de Luta: Materiais para a história da LUAR e da resistência armada em Portugal, de Fernando Pereira Marques, mais um livro da coleção “Ephemera”, dirigida por José Pacheco Pereira.

Neste mês, a Tinta-da-china irá ainda editar O Massacre Português de Wiriamu: Moçambique, 1972, de Mustafah Dhada, sobre os métodos bárbaros utilizados pelos soldados portugueses na extinção da aldeia de Wiriamu no dia 16 de dezembro de 1972, um dos acontecimentos mais marcantes da historia colonial portuguesa que muitos desconhecem.

A Pergaminho irá lançar a 7 de outubro Pais Inteligentes Formam Sucessores, Não Herdeiros, no qual o psiquiatra e psicoterapeuta Augusto Cury aborda os conceitos de sucessores e herdeiros.

A Elsinore irá editar Depois do Fim: Crónica dos Primeiros 25 Anos da «Guerra de Civilizações», do jornalista do Público Paulo Moura. Partindo dos diários de guerra escritos durante os principais conflitos dos últimos 25 anos, Moura elabora uma crónica atual, abordando temas como o terrorismo, o Estado Islâmico ou a guerra na Síria. Pela vogais sairá Com o Humor não se Brinca, um livro que reúne “o que os melhores humoristas portugueses têm a dizer sobre a comédia”. O Observador pré-publicou excertos dos capítulos dedicados a Herman José, Joana Marques e Ricardo Araújo Pereira. Podem ser lidos aqui.

BeFunky Collage3

A 19 outubro, o Clube do Livro irá publicar a primeira biografia do cantor Emanuel, Nascemos Para Ser Felizes – A Vida de Emanuel Contada Pelo Próprio. Uns dias antes, a Guerra & Paz irá lançar Conversas no Café Gelo, de Victor Sousa Lopes, sobre a Lisboa dos anos 40. A sessão de lançamento está marcada para dia 11 de outubro, pelas 18h30, na Bertrand Picoas Plaza, em Lisboa.

No dia 25, chegará às livrarias Cinco Séculos à Mesa — 50 Receitas com História. Para este livro, Guida Cândido pegou em cinco obras clássicas dos séculos XV a XX e recriou 50 receitas deliciosas, que incluem entradas, pratos de peixe e carne, sobremesas, refrescos, e muito mais.

Infantil e Juvenil

A Orfeu Negro Mini irá editar Era uma vez um alfabeto, um livro onde o autor, Oliver Jeffers, transforma o abêcêdê numa aventura de mistério e humor, partindo de 26 histórias cheias de enigmas. Era uma vez um alfabeto venceu o prémio Amazon Best Book de 2014. No mesmo mês, será também Aha e a Baleia Branca, de Manuel Marsol, Mamã Raposa, Amandine Momenceau, e Achámos um Chapéu, de Jon Klassen.

A Presença irá lançar a 6 de outubro uma versão do clássico de Antoine de Saint-Exupéry, O Principezinho, adaptado para crianças a partir dos três anos. Na mesma data, sairá Gregor — A Terceira Profecia, da autora de Os Jogos da Fome, Suzanne Collins. Esta é a terceira aventura de Gregor, um rapaz de 11 anos que encontra um universo desconhecido sob a cidade de Nova Iorque.

A pensar nos jogadores de Pokemon Go, Justin Ryan reuniu em livro Truques para Jogadores de Pokemon Go. O guia inclui dicas e técnicas sobre como evoluir e fortalecer os pokémons (e sobre como enfrentar os mais duros), análises dos diferentes tipos de pokémons e ainda sobre como atacar, esquivar ou fugir (porque também dá jeito). O livro chega às livrarias a 6 de outubro, também pela Presença.

É também em outubro que chegará a versão portuguesa da edição ilustrada de Harry Potter e a Câmara dos Segredos. À semelhança de Harry Potter e a Pedra Filosofal, publicado em Portugal pela Presença em novembro do ano passado, o segundo livro da saga do jovem feiticeiro inclui dezenas de ilustrações feitas pelo artista britânico Jim Kay. Disponível a partir de 19 de outubro.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.