Os preços das habitações aumentaram 1,4% na zona euro e 1,6% no conjunto da União Europeia (UE) no segundo trimestre, e face ao primeiro, com Portugal a registar a segunda maior subida (3,1%), divulga hoje o Eurostat.

Já na comparação com o mesmo período de 2015, entre abril e junho os preços das habitações aumentaram 2,9% nos países da moeda única e 4,0% na UE.

Face ao trimestre anterior, e segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, a Letónia foi o país onde o índice mais cresceu (6,0%), seguindo-se Portugal, Estónia e Lituânia (3,1% cada) e o Reino Unido (3,0%).

Ainda na variação em cadeia, foram registadas baixas nos preços das habitações na Croácia, Chipre (-0,9% cada), Itália (-0,4%) e Hungria (-0,2%).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em termos homólogos, as maiores subidas nos preços das casas foram registadas na Hungria e Letónia (10,3% cada), na Áustria (9,0%), no Reino Unido (8,8%) e na Suécia (8,7%), enquanto foram observadas quebras de preços em Chipre (-8,9%) e Itália (-1,4%).

Em Portugal, os preços das habitações subiram, face ao segundo trimestre de 2015, 6,3%.