Orçamento do Estado

Tarifa social da água com atribuição automática para chegar a mais pessoas

A proposta para alargar o número de beneficiários da tarifa social da água, através da atribuição automática, está a ser discutida no quadro do Orçamento do Estado para 2017.

ANT

A atribuição automática de uma tarifa social no abastecimento de água a nível nacional é uma das matérias que está a ser discutida no quadro da proposta do Orçamento do Estado para 2017. A notícia foi avançada segunda-feira à noite pela SIC, segundo a qual o objetivo é replicar o modelo que foi criado este ano para a tarifa social da eletricidade de forma a abranger o mesmo universo de clientes com rendimentos mais baixos.

A tarifa social da eletricidade passou a ter aplicação automática este verão, através do cruzamento de dados entre o Ministério das Finanças e da Segurança Social, abrangendo cerca de 630 mil famílias. Esta medida resultou de uma negociação com o Bloco de Esquerda que quer estender o modelo à água.

No entanto, e ao contrário da eletricidade, os preços da água são uma competência municipal e variam por concelho. A maioria das câmaras já tem tarifas sociais, mas segundo um levantamento feito pelo Bloco de Esquerda, e citado pelo jornal Público, o universo de pessoas abrangido é muito reduzido e os critérios da sua aplicação são muito díspares. O objetivo é uniformizar os critérios de rendimento a partir do qual haverá acesso a um preço mais baixo, mas também alargar o universo de beneficiários.

Não há para já indicação de como será financiada o desconto da tarifa social da água. Se for seguido o modelo da eletricidade, o custo recairá sobre as empresas fornecedoras, neste caso os municípios ou concessionárias privadas. Já no gás natural, a tarifa social é financiada pelos consumidores que pagam os preços normais.

O Parlamento discute esta quarta-feira propostas sobre a tarifa social da água do PCP e Bloco de Esquerda.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: asuspiro@observador.pt
Austeridade

Os custos das escolhas estão aí /premium

Helena Garrido
1.000

Todas as escolhas têm custos. Mesmo que à primeira vista não pareçam. Os custos das escolhas financeiras feitas pelo Governo estão agora visíveis na Saúde e nos Transportes, agravando as desigualdades

Greve

O mundo que António Costa criou /premium

Rui Ramos
1.596

Desde 2015 que este governo trata os funcionários como o factor decisivo das vitórias eleitorais. As greves são a maneira de os funcionários obrigarem Costa a pagar mais pelos seus votos. 

Descobrimentos

Uma lança em África /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Neste tempo, em que muitos se orgulham do que os deveria envergonhar, também há quem se envergonhe das glórias da história de Portugal.

Política

Precisamos da Esquerda

António Pedro Barreiro

Na guerra cultural em curso, a nova Esquerda esqueceu o povo e assumiu a defesa da excentricidade das elites. Eu, que não sou de Esquerda, acho que uma outra Esquerda faz falta ao sistema político.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)