565kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Trump sobre mulher que o acusa de assédio: "Alguém acredita naquela maluca?!"

Este artigo tem mais de 5 anos

Donald Trump chamou "maluca" a uma das mulheres que o acusam de assédio sexual num discurso de campanha. "As eleições estão feitas, porque há pessoas falsas a surgir com alegações falsas", queixou-se.

O candidato presidencial do Partido Republicano, Donald Trump
i

O candidato presidencial do Partido Republicano, Donald Trump

Ralph Freso/Getty Images

O candidato presidencial do Partido Republicano, Donald Trump

Ralph Freso/Getty Images

O candidato presidencial do Partido Republicano, Donald Trump, referiu-se a uma das mulheres que têm vindo a público para relatar histórias em que conta episódios de abuso sexual como “maluca” e descredibilizou a sua história. A mulher em questão chama-se Jessica Leeds, tem 74 anos, e a sua história foi publicada no The New York Times. De acordo com Leeds, Trump convidou-a para juntar-se-lhe na primeira classe de um voo. “As mãos dele estavam em todo o meu corpo”, disse Leeds. “Ele parecia um polvo.”

“Estas eleições estão feitas”, disse Trump, num discurso em Portsmouth, New Hampshire, repetindo uma frase que já lhe é conhecida e que tem complementado com referências às polémicas mais recentes em torno da sua campanha e da sua personalidade. “As eleições estão feitas, porque há pessoas falsas a surgir com alegações falsas, sem qualquer tipo de testemunha, e que falam de histórias de há 20 ou 30 anos”, disse. “Então e aquela maluca do avião? Alguém consegue acreditar nela?”

De acordo com o relato de Leeds, Trump começou a tocar-lhe de forma sexual depois de ter sido servida uma refeição a bordo, aproximadamente 45 minutos depois de o avião ter levantado voo. “Seja lá como foi, de repente o apoio para o braço desapareceu e foi um choque para mim quando, de repente, as mãos dele estavam em todo o meu corpo”, contou a mulher de 74 anos ao The New York Times.

No discurso desta tarde, Trump chegou a questionar alguns detalhes da história de Leeds. “Alguém consegue acreditar nela? Então vejam só: depois de 15 minutos juntos [ao The New York Times, Leeds não refere quanto tempo demorou o alegado assédio sexual], e nós não nos conhecíamos, ela diz ‘isto é demasiado para mim’. 15 minutos? Com as senhoras que aqui estão, bastaria um segundo e…”, disse, simulando o gesto de uma chapada no ar. “Smack!”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Desde que a história de Leeds foi publicada no The New York Times, também já circula na internet, nos meios favoráveis ao candidato republicano, a informação de que no tipo de avião onde o assédio terá ocorrido os descansos para o braço não se levantavam. A ideia foi inicialmente lançada por uma porta-voz da campanha de Donald Trump. Depois de referir quais os aviões que podiam ter sido usados naquele voo, Katrina Pierson disse: “Sabem que mais? Os aviões de primeira classe tinham os apoios para os braços fixos, por isso eu posso dizer que a história dela, se ela alguma vez foi apalpada num avião, não foi por Donald Trump e certamente que não foi na primeira classe”.

Veja o vídeo da denúncia de Jessica Leeds, em declarações exclusivas ao The New York Times:

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.