A semana começa com avisos de precipitação para a região centro. Os distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda e Viseu, estarão a partir da tarde de segunda-feira sob aviso amarelo. O arquipélago da Madeira também está sob aviso amarelo, para precipitação e vento, até amanhã de manhã.

A razão do aviso amarelo para o continente prende-se mais com a persistência da precipitação – visto que se prevê que chova toda a tarde e que continue pelo menos até à manhã do dia seguinte – e não tanto pela intensidade da chuva, como explica o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A precipitação poderá estender-se aos distritos de Lisboa e Setúbal e ao Alto Alentejo, mas será pouco persistente. O norte do país estará mais protegido das chuvas. Ainda assim, o IPMA alerta que estas previsões poderão ser revistas durante a noite deste domingo.

A partir de terça-feira a precipitação vai diminuir na região centro e quarta-feira já trará melhorias significativas em todo o país, pelo menos, até ao final da semana. Ainda assim, e próprio da estação, mantém-se o vento fraco e uma presença constante de nuvens – não haverá céu limpo. Em relação às temperaturas haverá uma pequena subida da temperatura máxima na terça-feira e pequenas oscilações no resto da semana.

Aviso amarelo no arquipélago da Madeira

O arquipélago da Madeira está sob aviso amarelo desde as 6 horas da manhã deste domingo e até ao meio-dia de segunda-feira. O aviso diz respeito à precipitação e ao vento.

A chuva intensa e persistente vai manter-se até ao início da tarde deste domingo, com condições favoráveis à ocorrência de trovoada. A precipitação vai diminuir durante a tarde, mas volta a agravar-se durante a noite e madrugada.

Preveem-se ainda ventos fortes de sudoeste, com rajadas de 100 quilómetros por hora (km/h) nas terras altas e 80 km/h na costa sul e Porto Santo.

Os ventos fortes já obrigaram ao desvio de quatro aviões que deveriam ter aterrado no aeroporto do Funchal este domingo de manhã.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR