A filha do atleta olímpico Tyson Gay morreu este domingo depois de ter sido atingida durante uma troca de tiros num parque de estacionamento, no Kentucky, Estados Unidos. Tinha 15 anos e era, à semelhança do pai, uma promessa no atletismo.

De acordo com o jornal britânico The Telegraph, Trinity Gay foi atingida no pescoço durante uma troca de tiros entre atiradores que seguiam em dois carros diferentes, perto de um restaurante local. Trinity ainda foi transferida de urgência para o hospital mas acabou por não resistir aos ferimentos. A polícia está a investigar o incidente.

Em declarações à estação de televisão local Lex 18, uma filial da cadeia norte-americana NBC, Tyson Gay confirmou a morte da filha e não escondeu a comoção. “Ela não sobreviveu. Estou muito confuso, é uma loucura não faço ideia do que aconteceu”.