As três Luas cheias deste outono serão as todas super Luas. Estes momentos, em que a Lua parece maior e mais brilhante, acontecem quando a Lua cheia chega próximo da altura do perigeu – o momento em que a Lua se encontra mais perto da Terra, durante a sua órbita elíptica.

Das três datas para as Luas cheias de outono – 16 de outubro (este domingo), 14 de novembro e 14 de dezembro – a de novembro será a que acontece mais próxima do perigeu. “A super Lua mais favorável para observar será a do dia 14 de novembro, em que os instantes do perigeu e da Lua cheia estão apenas desfasados de 2h31”, refere o site do Observatório Astronómico da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (OAL/FCUL).

as3superluas_OAL

Data e hora das Luas cheias e do perigeu lunar – OAL/FCUL

Há outros fenómenos que podem fazer com que a Lua cheia pareça ainda maior: quando está muito próxima do horizonte. Mas este efeito não é mais do que uma ilusão de ótica, refere o OAL/FCUL. “É normal ver a lua cheia próxima do horizonte muito maior do que quando se encontra mais alta no céu noturno. Porém, este efeito não é ótico, mas apenas cerebral, ou seja, é o cérebro humano que cria a ‘imagem fictícia’ de uma lua enorme, não constituindo uma vulgar ilusão de ótica”, apresenta um artigo que explica o fenómeno.