Smartphones

Galaxy Note 7 proibido de ser utilizado em aviões TAP

O problemático Note 7 foi agora proibido de ser utilizado durante os voos realizados pela TAP. Apesar de estar descontinuado e em processo de recolha, ainda existe quem utilize o smartphone.

André Kosters/LUSA

Autor
  • Miguel Videira Rodrigues

Depois de ser proibido em algumas companhias aéreas, a TAP avisa agora que a utilização dos smartphones Note 7 está interdita durante os voos da companhia.

A companhia aérea aconselha os passageiros a desligarem o dispositivo e pede também para que não os carreguem a bordo do avião, seja através de tomadas a bordo ou de carregadores portáteis. Além destes cuidados a companhia informa que o aparelho não deve ser colocado junto à bagagem de porão.

No caso de alguma anomalia ser detetada (sobreaquecimento do dispositivo, começar a deitar fumo, algum dano que sofra) a TAP pede aos passageiros que informem os membros da tripulação para que estes possam tratar da situação. Esta é uma medida de segurança para que todos os passageiros não corram qualquer risco associado ao smartphone.

Apesar dos esforços feitos pela empresa sul-coreana para recolher todos os dispositivos problemáticos, não é possível garantir que todos regressem à fábrica, até porque essa é uma escolha que está nas mãos do consumidor.

Texto editado por João Cândido da Silva
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Smartphones

Uma doença chamada smartphone /premium

Ruth Manus
5.781

As pessoas perderam completamente a noção do que é e do que não é urgente. Perderam a noção do que é horário de trabalho e do que é horário de descanso. Perderam, sobretudo, a noção de presença.

Inovação

Web Summit e provincianismo

Fernando Pinto Santos

Porque é a investigação académica tão desconsiderada em Portugal? Talvez porque moldes ou toalhas não sejam tão glamorosos como uma app com um nome estrangeiro numa conferência com o nome de Summit.

Eleições Europeias

Não há eleições europeias /premium

João Marques de Almeida

O parlamento europeu serve sobretudo para reforçar o poder dos grandes países, cujos partidos dominam os grupos políticos e, principalmente, as comissões parlamentares se fazem as emendas legislativas

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)