O trânsito está cortado desde as 5h20 no entroncamento entre as avenidas Defensores de Chaves e João XXI, em Lisboa, devido a uma rutura de uma conduta de água, disse à Lusa uma fonte dos Sapadores Bombeiros. O trânsito na zona faz com que “a situação esteja muito confusa”, diz a PSP.

A fonte dos Sapadores Bombeiros disse à agência Lusa que a rutura na conduta de água ocorreu na Avenida Defensores Chaves, junto ao Campo Pequeno, em Lisboa, e causou inundação na via pública. “A água já foi cortada. As autoridades estão no local a fazer uma avaliação da situação”, disse a mesma fonte.

Com o trânsito cortado, a EPAL recomendou aos condutores que escolham percursos alternativos à Avenida Defensores de Chaves, em Lisboa. Em comunicado, a empresa responsável pelo abastecimento de água à cidade de Lisboa, indicou que devido à rutura na conduta estão previstas “fortes limitações de trânsito na zona do Campo Pequeno e Avenida da República”.

No comunicado, a EPAL diz que “está já no local a desenvolver trabalhos para que a situação volte à normalidade o mais rapidamente possível”. Quanto ao fornecimento de água, “neste momento, são poucos os clientes da EPAL afetados, uma vez que já se procedeu a manobras na rede para garantir o abastecimento na zona”, diz a empresa.

O aviso foi reforçado por fonte da Direção Nacional da PSP, que disse ao Observador que a situação “está muito confusa”. A mesma fonte acrescentou para evitar este eixo bem com as estradas mais próximas.

O Metro de Lisboa informou os utentes, logo na abertura das estações, às 6h30, que as estações entre o Campo Grande e o Rato (linha amarela) se encontrava encerrada. Contactado pela agência Lusa, o centro de atendimento do Metropolitano de Lisboa esclareceu que as entradas para a estação do Campo Pequeno estiveram encerradas para limpeza devido à rutura, mas a situação já está normalizada. “As entradas estiveram fechadas, mas o metro esteve sempre em circulação”, indicou o centro de atendimento.

No local encontram-se elementos da EPAL, do Regimento de Sapadores de Bombeiros de Lisboa, d.a PSP e da Polícia Municipal.