As ações do BCP vão começar a ser negociadas, esta segunda-feira, na bolsa de Lisboa acima de um euro cada, com a entrada em vigor do reagrupamento que transforma 75 títulos do banco num só.

Tendo em conta que as ações do BCP fecharam na sexta-feira nos 0,0179 euros (1,79 cêntimos), depois de uma subida ligeira de 0,56%, agrupando 75 títulos num só cada ação passaria a valer 1,3425 euros.

No entanto, deverão ser feitos alguns ajustes, pelo que ainda não é certo o valor (nomeadamente em termos de casas decimais) a que ficará a cotação do BCP.

Esta operação acontece numa altura em que decorrem negociações entre o BCP e a Fosun (dono da Fidelidade e Luz Saúde) para que o grupo chinês entre no capital do banco português, tendo sido esta matéria uma das condições impostas pela Fosun para fechar o negócio.

O BCP propôs a operação de reagrupamento de ações por considerar que o atual valor unitário dos títulos “penaliza a mensagem de banco líder e sociedade de referência para o investimento em Portugal”.

Neste reagrupamento, é provável que haja acionistas que fiquem com títulos de sobra dos lotes de 75 ações, pelo que nesse caso o BCP irá recomprar cada uma dessas ações a 2,57 cêntimos cada uma.