O exercício responsável do jornalismo na Internet é o tema que está em debate durante esta semana, em Bissau, no quinto encontro da Plataforma das Entidades Reguladoras da Comunicação Social de países e territórios de língua portuguesa.

O objetivo passa por “trocar experiências, mas também suscitar debates à volta do jornalismo na Internet”, disse à Lusa Ladislau Embassa, presidente do Conselho Nacional de Comunicação Social da Guiné-Bissau.

As recomendações e conclusões do encontro serão remetidas para o Parlamento e Governo, para criação de legislação e políticas, acrescentou.

A organização conta juntar mais de 100 pessoas, na maioria jornalistas da Guiné-Bissau, para “beberem das experiências” de profissionais portugueses e um senegalês, referiu.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Entre outros, participam no encontro José Rodrigues dos Santos, jornalista da RTP, que vai abordar o tema da independência editorial, e Nuno Severiano Teixeira, diretor do Instituto Português de Relações Internacionais, para falar sobre geoestratégia de comunicação.

Carlos Magno, presidente da Entidade Reguladora da Comunicação Social em Portugal, lidera o secretariado permanente da Plataforma das Entidades Reguladoras lusófonas e será outro dos oradores.

Angola, Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe também estarão representados por elementos das respetivas entidades reguladoras.