Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A SIBS – entidade que gere os pagamentos multibanco em Portugal – vai lançar o primeiro programa português de aceleração de empresas que atuem na área dos pagamentos, em parceria com a associação para promoção do empreendedorismo Beta-i. Candidaturas para o SIBS PayForward arrancam a 7 de novembro e terminam a 31 de janeiro de 2017.

“Há 30 anos, a SIBS foi fundada como uma startup, tendo conseguido impor-se como uma das empresas mais inovadoras no setor das FinTech [tecnologia financeira]. Chegou a altura de contribuir e catalisar alguma dessa inovação para o ecossistema, uma espécie de pay it forward, ao criar esta oportunidade para mais startups poderem ajudar a inovar no contexto das soluções de pagamento ou outras soluções financeiras suportadas em tecnologias de informação”, explica Madalena Cascais Tomé, Presidente Executiva da SIBS, em comunicado.

O programa de aceleração dura oito semanas, entre o início de abril e junho de 2017, e vai contar com acesso a consultores da SIBS, a uma plataforma de mais de 200 mentores e mais de 500 startups. As 10 finalistas vão participar em vários workshops e sessões de aconselhamento, que sejam relevantes para o desenvolvimento do modelo de negócios.

“A indústria dos pagamentos é uma área com um enorme dinamismo e inovação, que tem sido acelerada em resultado da digitalização e de revoluções tecnológicas. Tem registado um forte investimento, cerca de 3,7 mil milhões de dólares em 2016, um crescimento superior a 60% face ao ano anterior”, afirmou Pedro Rocha Vieira, líder e cofundador da Beta-i.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR