Mudam-se os tempos, mudam-se as fontes de energia elétrica. Embora o carvão ainda sirva para produzir mais eletricidade, as energias renováveis, nomeadamente eólica e solar, batem recordes de instalação de plataformas para produção de energia elétrica, conta o Financial Times. Queda dos custos das renováveis explica a tendência.

Segundo a publicação britânica, foram instalados cerca de 500 mil painéis solares em 2015, a que se juntou a instalação de duas turbinas de vento por hora em países como a China.

Carvão vs. Renováveis

Mostrar Esconder
  • Carvão foi responsável por 39% da energia mundial em 2015, enquanto as renováveis registavam 23%
  • A Agência Internacional de Energia prevê que as renováveis atinjam os 28% até 2021

“Estamos a testemunhar a uma transformação dos mercados de energia globais liderados pelas renováveis”, disse ao FT Fatih Birol, o diretor executivo da Agência Internacional de Energia. Birol explicou ao jornal inglês que esse aumento do recurso às renováveis se deve à quebra dos custos nas instalações das mesmas. Segundo o FT, os custos das plataformas para produção de energia eólica caíram 30% entre 2010 e 2015, enquanto os painéis solares ficaram dois terços mais baratos.

A Agência Internacional de Energia prevê que os custos das energias renováveis continuem a cair: 15% na energia eólica e um quarto nos painéis solares.