Parece que Kim Jong-Un, atual líder supremo da Coreia do Norte, gosta de um bom vinho francês e, segundo o seu ex-chefe de Sushi, chegou a beber dez garrafas numa só noite.

Kenji Fujimoto, um chefe japonês que alega conhecer o Kim Jong desde 1982, partilhou os detalhes de uma experiência de jantar que teve com o ditador da coreia, afirmando o seu bom gosto para com a comida e bebida. Terá servido o líder por 11 anos.

De acordo com o Independent, o líder terá aparecido no jantar com seis mulheres atraentes e terá bebido um caro vinho Bordeaux. Gabou-se ainda de ter bebido dez garrafas numa outra noite.

Paralelamente ao gosto pelo vinho, parece que o ditador é também um fumador acérrimo e um amante de queijo suíço, ao ponto de ter enviado chefes norte-americanos para escolas que fossem capazes de ensinar a arte dos queijos, pois os seus chefes não conseguiam replicar o sabor.

Devido à sua já conhecida gula, rumores circulam de que o líder poderá ter diabetes e gota. A especulação sobre sua (falta) de saúde atingiu o seu pico máximo em 2014, segundo o Independent, quando Kim Jonh-Un não apareceu durante três semanas ao público e perdeu, ainda, uma sessão importante da Assembleia. Recorde-se de que o pai e avô do líder sofriam de obesidade e de gota e ambos morreram de ataque cardíaco.