Modelo mais vendido de sempre da Skoda, comercializado em mais de uma centena de mercados em todo o mundo, o Octavia da mais recente geração conhece, no final deste ano, a sua primeira actualização. As modificações mais imediatamente visíveis são de carácter estético, já que a secção traseira e, principalmente, a dianteira receberam alterações significativas, conferindo ao familiar checo uma aparência mais actual, madura e afilada.

Entre os trunfos do renovado Octavia continuam a figurar a ampla habitabilidade e a generosa bagageira, cuja capacidade pode atingir um máximo de 1.580 litros na berlina, e de 1.740 litros – sendo que a carrinha passa a poder contar, em opção, com o portão traseiro de operação eléctrica. A estes argumentos juntam-se, agora, novas e mais evoluídas soluções em termos de assistência à condução, conectividade e infoentretenimento. Neste domínio, referência para o facto de os quatro sistemas passarem a dispor, todos, de um ecrã táctil capacitivo, com 9,2” na versão de topo, que conta ainda com hotspot wi-fi e módulo para cartão SIM, para ligação WLAN à Internet de alta velocidade.

Em termos de conectividade, o sistema Connect divide-se entre as opções Infoentretenimento online e Care Connect, a qual está disponível em todas as versões de acabamentos e equipamento.

[jwplatform b901VJPu]

Para tornar mais fácil e segura a tarefa da condução, o renovado Octavia passa a contar com assistente de reboque (um precioso auxiliar nas manobras de parqueamento em marcha-atrás com atrelado, com o sistema a encarregar-se de manobrar o volante, dirigindo o conjunto para o local que o condutor pré-defina) e Front Assist com protecção preventiva dos peões. Por seu turno, o novo radar traseiro permite a introdução do sistema de monitorização do ângulo morto e do alerta de tráfego na traseira.

Como qualquer Skoda, o Octavia anuncia ainda várias soluções engenhosas, fazendo jus ao slogan “Simply Clever” tão caro à marca de Mladá Boleslav. Entre as novidades nesta matéria, destaque para a chave personalizável (permite a vários utilizadores aí memorizarem as suas próprias preferências para quando assumem o papel de condutor), o volante aquecido, as mesas rebatíveis nas costas dos bancos dianteiros, os suportes para garrafas e, no caso da carrinha, a luz da bagageira removível, passível de ser utilizada como lanterna.

Podendo ser encomendado a partir do final do ano, e com as primeiras entregas agendadas para o início de 2017, o Octavia será proposto com cinco motores, todos com injecção directa de combustível – a gasolina (TSI) e diesel (TDI) –, cujas capacidades variam entre 1,0 e 2,0 litros e uma potência que vai de 84 cv a 184 cv. Para quase todos estará disponível a caixa pilotada DSG de dupla embraiagem (com seis ou sete relações, dependendo da versão), com a tracção integral a poder ser combinada com os motores 1.8 TDI e 2.0 TDI. Outra novidade passa pelo facto de o modelo poder ser, opcionalmente, equipado com um sistema de amortecimento activo que oferece os modos de utilização Comfort, Normal e Sport.