O treinador do Sporting de Braga, José Peseiro, disse esta quarta-feira em antevisão, que a boa classificação no campeonato não conta no jogo de quinta-feira com o Konyaspor, da Liga Europa de futebol, tendo frisado a importância de vencer os turcos.

O Braga é segundo classificado na I Liga, com os mesmos pontos que o FC Porto, enquanto o Konyaspor é apenas 12.º no campeonato turco, mas o técnico diz que são jogos diferentes.

“Aqui conta pouco o que estamos a fazer na liga, só o que vamos fazer amanhã [quinta-feira]. As vitórias trazem confiança, mas elas ganham-se no relvado”, disse.

Os bracarenses estão em terceiro lugar no grupo H, com dois pontos, e o Konyaspor no último, com um, pelo que para acalentar o sonho de passar à fase seguinte só a vitória interessa.

“Temos que ganhar ou ganhar, não temos outra hipótese, temos de vencer amanhã [quinta-feira], é o nosso objetivo e ambição”, afirmou o técnico na antevisão da partida.

Há duas semanas, o Braga foi ao reduto do Konyaspor empatar (1-1) e, para José Peseiro, a equipa tem de “ser mais agressiva e competente no último terço” do terreno.

“O Konyaspor é uma equipa que sofre poucos golos e ainda pode acreditar na passagem, mas nós acreditamos tanto ou mais que podemos vencer este jogo, mas para isso temos de ser mais agressivos e mais competentes no último terço”, afirmou.

O treinador admitiu a possibilidade de Mauro jogar e apelou à ajuda do público. “Jogamos em casa e isso é sempre uma vantagem, independentemente do adversário. Tem ed valer a nossa vontade e o que queremos fazer”, disse.

Rui Fonte reiterou o que disse José Peseiro: “as vitórias trazem confiança, vamos entrar com a máxima confiança, mas este é um jogo diferente, é uma equipa de outro campeonato, vai colocar-nos obstáculos, mas temos que estar mais preocupados com o nosso jogo”.

O avançado regressou recentemente à competição após paragem devido a lesão e sente-se “perto da melhor forma”, tendo desvalorizado os poucos golos marcados pelo Braga na Liga Europa, apenas dois.

“Não conseguirmos fazer mais do que esses dois golos, mas não creio que isso pressione mais os avançados, entramos sempre com a ambição de fazer golos e não sofrer”, disse.

As exibições parecem não ter ainda convencido os adeptos ‘arsenalistas’, mas Rui Fonte encara isso “com normalidade”.

“Há sempre margem para melhorar e sabemos que a exigência que nos transmitem durante o jogo é mais um incentivo para tentarmos melhorar. As exibições não têm correspondido ao que esperavam, mas os adeptos se calhar preferem ganhar”, disse.

Para a partida de José Peseiro convocou 20 jogadores. Entre eles estão Rosic e Mauro, sendo que estes estiveram de fora do último jogo por castigo e por lesão, respetivamente.

Além de Mauro, também Ricardo Ferreira treinou hoje com os colegas de equipa, iniciando a integração com o plantel depois da lesão sofrida ainda na pré-temporada (e que motivou a sua não inscrição na prova europeia).

Os convocados são:

Guarda-redes: Matheus e Marafona.
Defesas: Marcelo Goiano, Baiano, Artur Jorge, Djavan, Velazquez, Rosic.
Médios: Vukcevic, Bakic, Pedro Tiba, Mauro.
Avançados: Benítez, Ricardo Horta, Wilson Eduardo, Alan, Stojiljkovic, Pedro Santos, Rui Fonte, Hassan.

O Sporting de Braga, terceiro classificado, com dois pontos, e Konyaspor, quarto e último, com um, defrontam-se às 20h05 de domingo, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado por Alexandru Tudor, da Roménia.