PSD

Passos falhou Bilderberg mas vai à Trilateral falar sobre a Europa

208

Comissão Trilateral reúne este ano em Lisboa e conta também com a presença de António Costa, que já participou em Bilderberg. Marcelo vai jantar com figuras de topo da política e economia.

Passos foi o único primeiro-ministro nos últimos 20 anos que nunca foi a Bilderberg

ESTELA SILVA/LUSA

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, foi o único primeiro-ministro dos últimos 20 anos que nunca participou numa reunião do Grupo de Bilderberg — que reúne uma vez por ano influentes políticos e empresários — mas vai amanhã ser orador numa reunião da Comissão Trilateral, um organização que nasceu de Bilderberg e que se reúne desde esta sexta-feira e até domingo, no hotel Ritz, em Lisboa. Passos vai discursar num painel com o tema “Portugal, Europe and Beyond”. O primeiro-ministro António Costa discursou na abertura desta conferência do grupo fundado pelo banqueiro norte-americano David Rockefeller.

A Comissão Trilateral foi fundada por Rockfeller, divide-se em três grandes grupos (Europa, América do Norte e Pacífico) e tem cerca de 400 membros permanentes. A comissão tem um chairman para cada área: Joseph S. Nye, Jr., para a América do Norte; Yasuchika Hasegawa, para a zona do Pacífico e Jean Claude Trichet (antigo presidente do Banco Central Europeu), para a Europa.

Em Portugal, o representante da Comissão Trilateral é um homem próximo de Passos Coelho, Jorge Braga de Macedo, que é também o presidente da Comissão de Relações Internacionais do PSD. A Trilateral reúne três vezes por ano: uma em cada uma das três regiões. O encontro deste ano da Europa realiza-se em Portugal.

Na conferência de Lisboa marcam presença figuras como os ex-primeiros-ministros italianos Mario Monti e Enrico Letta, o antigo presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, a presidente do Grupo Santander, Ana Patricia Botín, o chairman do BNP Paribas, Jean Lemierre, o CEO da Allianz, Oliver Bäte, o presidente da Siemens, Joe Kaeser ou o CEO da Fiat, John Elkann. A eleição de Trump e os seus efeitos, o Médio Oriente, as relações com a Rússia e a ameaça nuclear da Coreia do Norte são alguns dos temas em debate.

Para tentar distanciar-de Bilderberg, uma das representantes portuguesas na Comissão Trilateral, Estela Barbot (ex-conselheira do FMI) disse esta semana, em entrevista ao Dinheiro Vivo, que “a Trilateral não é um governo sombra”. Esta sexta-feira, o presidente da câmara municipal de Lisboa, Fernando Medina, recebeu os membros da Trilateral. O primeiro-ministro António Costa também irá participar na abertura. Passos Coelho vai falar de Europa no sábado às 12h30, precisamente o mesmo dia em que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa vai jantar com os membros da comissão.

Tal como o Clube de Bilderberg, a Trilateral inclui presidentes de grandes empresas, políticos de topo, académicos reputados, sindicalistas e membros de Organizações Não Governamentais. Caso ocupem cargos governamentais, os membros da Trilateral têm de resignar à comissão.

Foi o que aconteceu com Mario Monti quando foi escolhido para liderar o governo italiano. O grande propósito dos fundadores da comissão foi estimular a cooperação entre as três regiões. Neste fórum de debate, discutem-se as grandes questões mundiais, da economia à política.

Já o grupo de Bilderberg — o grupo-mãe da Trilateral — reúne apenas uma vez por ano. Os ex-primeiros-ministros António Guterres, Durão Barroso, Santana Lopes, José Sócrates, bem como o atual primeiro-ministro António Costa participaram todos em encontros de Bilderberg antes de liderarem os destinos do país.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rpantunes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)