Uma semana apenas após a revelação da profunda renovação operada no Golf, a VW mostrou no Salão de Los Angeles a actualizada versão eléctrica do seu compacto, que continuará a ser proposta em carroçaria de cinco portas. Naturalmente, o novo e-Golf conta com todas as melhorias introduzidas no Golf “normal”, incluindo as alterações estéticas, o painel de instrumento digital Active Info Display, o sistema de infoentretenimento Discover Pro com ecrã táctil de 9,2” e controlo gestual ou os novos sistemas de auxílio à condução, como o assistente de engarrafamentos (garante a condução semi-autónoma até aos 60 km/h), o alerta de colisão com travagem de emergência automática ou a monitorização da actividade do condutor.

Mas as mais sumarentas novidades, aqui, dizem respeito ao sistema de propulsão, o mesmo que se espera que venha a ser utilizado em idêntica versão do T-Roc, o novo SUV derivado do Golf que será produzido em Portugal pela Autoeuropa. O motor eléctrico oferece agora 134 cv e 290 Nm (100 cv e 270 Nm na anterior geração), permitindo que os 0-100 km/h passem a ser cumpridos em 9,6 segundos e que a velocidade máxima seja agora de 150 km/h.

[jwplatform hl3QHul2]

Tanto ou mais importante, a nova bateria de iões de lítio viu a sua capacidade energética passar de 24,2 kWh para 35,8 kW/h, o que desde logo permitiu aumentar em cerca de 50% a autonomia do e-Golf. No ciclo de homologação NEDC, o valor apurado foi de 300 km, referindo a VW ser perfeitamente possível percorrer até 200 km numa utilização quotidiana sem excessivas preocupações com o consumo, ainda que, naturalmente, dependente do estilo de condução adoptado e do uso dado ao sistema de climatização.

Esta evolução traduzir-se-á, ainda, em tempos de carregamento da bateria mais curtos. Num posto de carregamento de corrente contínua a 40 kW, é possível repor 80% da sua capacidade em cerca de uma hora, numa estação de carregamento doméstica, de corrente alterna a 7,2 kW, uma recarga completa passa a ser realizada em menos de seis horas.

Como não podia deixar de ser, o e-Golf oferecerá ainda um ainda diversos serviços online destinados a auxiliar o condutor a tirar o melhor partido do modelo. É o caso do “e-remote”, que permite programar os tempos de início e fim de carregamento da bateria e do ar condicionado auxiliar, do “Guide&Informa” e da interface para smartphones App Connect, com as funções MirrorLink para Android, Apple CarPlay para iOS e Android Auto para dispositivos Google.