O presidente da FIFA, Gianni Infantino, admitiu esta sexta-feira, a possibilidade de, já a partir de 2019, o Mundial de clubes de futebol poder contar com 32 equipas e disputar-se de 10 a 30 de junho.

Atualmente, o Mundial de clubes disputa-se em dezembro e opõe todos os anos os vencedores da ‘Liga dos Campeões’ continentais.

“É uma fórmula complicada, num período difícil e não muito entusiasmante”, admitiu Infantino, numa entrevista conjunta a vários jornais.

A edição de 2016 da competição decorre de 08 a 18 de dezembro, no Japão, e opõe sete equipas.

“O mundo mudou. O futebol hoje não é apenas a Europa e a América do Sul. Devemos encontrar um Mundial que seja mais interessante para os clubes, mas também para os adeptos em todo o mundo”, referiu.

Questionado sobre a possibilidade de um Mundial de clubes no modelo que propõe ser organizado a partir de 2019, Infantino respondeu : “porque não?”.