O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse este domingo que já falou com Donald Trump e que o Presidente-eleito dos Estados Unidos lhe terá confirmado que está disponível para reparar a relação ente os dois países, mas também que a Barack Obama será bem-vindo na Rússia sempre que quiser.

“O Presidente-eleito confirmou que está disponível para normalizar as relações russo-americanas. Eu disse-lhe o mesmo. Não discutimos quando e onde nos iremos encontrar”, disse Putin, à margem da cimeira da APEC, que decorreu no Peru.

Sobre Barack Obama, apesar dos comentários mais depreciativos que tinha acabado de fazer sobre a relação entre os dois países, Vladimir Putin disse que lhe terá agradecido “pelos anos de trabalho conjunto” e que lhe terá também transmitido que será sempre bem-vindo no país que lidera.

“Eu disse-lhe que ficaríamos felizes por o ter na Rússia quando ele quiser, poder ou assim o desejar”, disse Putin.