Nem a chuva que encharcou a passadeira vermelha dos American Music Awards, na madrugada desta segunda-feira, acabou com a sensualidade a que a cerimónia anual de música já nos habitou. A 44ª gala de prémios decorreu no Microsoft Theater, em Los Angeles, e voltou cheia de surpresas dentro e fora da red carpet. Selena Gomez foi fotografada, pela primeira vez, depois de cancelar a digressão europeia e ser internada numa clínica de reabilitação por depressão. A cantora deslumbrou num dramático vestido Prada, em vermelho, e joias Cartier.

Tive que parar. Porque tinha tudo mas estava completamente despedaçada por dentro. Aguentei o suficiente para não vos dececionar mas aguentei demais e dececionei-me a mim mesma”, declarou Selena Gomez ao aceitar o prémio de melhor artista feminina.

Outra das surpresas da noite foi a modelo Gigi Hadid, num vestido de renda branco assinado por Roberto Cavalli, que imitou Melania Trump e animou o público como apresentadora da noite ao lado do comediante Jay Pharoah. Já a cantora Ciara desfilou grávida em Stephane Rolland e sapatos Guiseppe Zanotti depois de anunciar que aguarda a chegada do primeiro filho com Russell Wilson.

A grande vencedora da noite foi Ariana Grande como artista do ano e uma das mais bem vestidas, à qual se juntou uma sóbria e formal Lady Gaga num fato Brandon Maxwell e com um chapéu Gladys Tamez. Por sua vez, Chrissy Teigen quase conquistou o prémio de maior racha na história da passadeira vermelha dos American Music Awards. A modelo escolheu um arriscado Yousef Akbar com duas rachas laterais que chegavam ao umbigo.

Na lista das piores da noite, destaca-se Karlie Kloss. A modelo que já têm um lugar reservado no grupo das mais bem vestidas, surpreendeu pela negativa com um vestido assimétrico, em tons de preto e azul acetinado, do Atelier Versace. Também Tinashe em Michael Costello e Keke Palmer em Natalia Fedner e sapatos Saint Laurent foram duas das cantoras mais mal vestidas da noite.

Do brilhante Elie Saab de Hailee Steinfeld ao conjunto de duas peças de Nina Dobrev, comprove o melhor e o pior da passadeira vermelha dos American Music Awards em fotogaleria.