Apresentado oficialmente o concept eléctrico que dará origem, já no próximo ano, ao primeiro modelo do género na já longa existência da Jaguar, a Jaguar Land Rover (JLR) anunciou que tem por objectivo para o fabricante britânico, no domínio da mobilidade “verde”, disponibilizar versões eléctricas de metade dos seus modelos novos, pelo menos, até 2020. O anúncio foi feito pelo CEO da JLR, Ralf Speth, no seguimento da apresentação mundial, no Salão Automóvel de Los Angeles, EUA, do novo protótipo de SUV eléctrico da Jaguar, a que o fabricante deu o nome de I-Pace Concept.

No entender dos responsáveis da marca, o estipular deste objectivo visa fomentar um futuro mais ecológico, nomeadamente através de um plano estratégico que inclui motores a gasolina e gasóleo ultra-eficientes, veículos eléctricos a bateria, veículos híbridos plug-in e veículos semi-híbridos.

Quanto ao I-Pace Concept, o primeiro passo desta caminhada, trata-se de um automóvel de alto rendimento, cinco lugares, que procura combinar a silhueta de um “super-veículo” com o desempenho de um desportivo e o espaço de um SUV. A versão de produção, que a JLR acredita que pode ser apresentada já em 2017 – embora a chegada aos concessionários esteja prevista apenas para o ano seguinte –, deverá conseguir oferecer uma autonomia a rondar os 500 km, segundo o ciclo NEDC. Ou 345 km, segundo os parâmetros da norte-americana EPA.

[jwplatform QNgTMUGO]