Anias e Jadon, dois bebés gémeos que nasceram com as cabeças unidas e viveram 14 meses nessa condição, foram separados com sucesso após uma rara e delicada cirurgia de 27 horas. Agora reencontram-se e olharam pela primeira vez um para o outro, como testemunhou a CNN.

No vídeo em baixo podemos ver o médico que acompanhou o caso a explicar, antes da operação, como é que os bebés estavam unidos e como é que a operação iria decorrer.

https://www.youtube.com/watch?v=ZZigyehuBgQ

Segundo um vídeo publicado pela CNN, que acompanhou o caso de perto, Jadon já recuperou e mostra a cabeça saudável e moldada quase na perfeição. O seu irmão Anias, embora estável, ainda mantém as ligaduras pois o seu processo foi mais delicado. Ainda assim, estes gémeos bateram o recorde de recuperação para este tipo de cirurgias, que costuma ser de longos meses e não apenas seis semanas, como foi o caso.

O médico que seguiu o caso e operou os gémeos é especialista em bebés que nascem unidos e embora já tenha realizado outras sete operações semelhantes afirmou à CNN que esta foi a mais complicada de todas. O cérebro dos meninos estava completamente entrelaçado, o que complicou a intervenção. O médico explicou que, nestes casos, existe sempre um bebé dominante e outro que tem que lutar um pouco mais para obter comida ou mesmo oxigénio… Anias é um desses casos. Ainda assim o seu progresso tem sido bastante positivo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

ddca.

O próximo passo para os gémeos será realizarem sessões de terapia num centro de reabilitação próximo da sua área de residência, tendo em conta que em mais de um ano os meninos nunca puderam andar ou sequer levantar as suas cabeças. Deste modo, é quase como se voltassem à estaca zero do que é ser recém-nascido.

Ainda que Jadon esteja um passo à frente do seu irmão Anias no que diz respeito à recuperação, o médico defende que a terapia deve ser realizada com os dois bebés juntos e que separá-los não será a decisão mais acertada.

A imagem dos gémeos a olharem-se, pela primeira vez, após a cirurgia está já a correr e emocionar meio mundo.