Guiné-Bissau

Guiné-Bissau promove feira agrícola e recorda história da escravatura

Cacheu vai acolher na sexta-feira e sábado uma feira agrícola e recordar a história da escravatura, numa iniciativa apoiada pela União Europeia e cujo programa foi divulgado esta quinta-feira.

A feira arranca na sexta-feira com animação de dois grupos de teatro sobre alimentação saudável

Ana Freitas/LUSA

Cacheu, a cerca de 100 quilómetros a norte de Bissau, vai acolher na sexta-feira e sábado uma feira agrícola e recordar a história da escravatura, numa iniciativa apoiada pela União Europeia e cujo programa foi divulgado esta quinta-feira.

O título do certame, em crioulo, pretende ilustrar a importância da agricultura: “produto di no tchon i firkidja di no bida”, ou seja, os produtos da terra são os alicerces da nossa vida.

A feira arranca na sexta-feira com animação de dois grupos de teatro sobre alimentação saudável.

Num país em que a maioria da população não sabe ler nem escrever, as artes cénicas servem como forma de sensibilização para uma alimentação saudável e controlo nutricional das crianças e mulheres grávidas com produtos locais.

No sábado, a partir das 10h30, inicia-se uma sessão de degustação dos diferentes produtos transformados localmente, produzidos pelas organizações convidadas da feira.

A iniciativa é coordenada pela federação de agricultores KAFO, pela organização não-governamental Essor e tem financiamento da União Europeia.

Paralelamente terá lugar a quinta edição do Festival Cultural de Cacheu, do qual se destaca uma conferência sobre história da escravatura e tráfico negreiro, a origem da Tina (género musical guineense) e a importância do pano de pente (tecido tradicional).

A conferência dará uma atenção particular às potencialidades de Cacheu como ponto de turismo histórico e cultural e também vai debater qual a melhor estratégia de integração da temática da escravatura no currículo escolar na Guiné-Bissau.

Durante o festival, haverá ainda uma visita às obras em construção dos blocos B e C do Memorial da Escravatura e do Tráfico.

O edifício central foi inaugurado a 08 de julho e inclui um pavilhão multiusos, salas de formação, residência para investigadores e um museu que preserva alguns artefactos que marcavam o dia-a-dia dos escravos.

O programa desta sexta-feira e sábado e Cacheu inclui também música ao vivo, teatro e projeção de um filme sobre as edições anteriores do festival de Cacheu.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Sri Lanka

Ataque terrorista à geografia humana de Portugal

Vitório Rosário Cardoso

É quase indissociável desde o século XVI na Ásia marítima a questão de se ser católico e de se ser Português porque afirmando-se católico no Oriente era o mesmo que dizer ser-se Português. 

Sindicatos

Vivam as greves livres

Nuno Cerejeira Namora

Estes movimentos têm de ser encarados como o sintoma de um mal maior: a falência do sindicalismo tradicional e a sua incapacidade de dar resposta às legítimas aspirações dos seus filiados.

Sri Lanka

Ataque terrorista à geografia humana de Portugal

Vitório Rosário Cardoso

É quase indissociável desde o século XVI na Ásia marítima a questão de se ser católico e de se ser Português porque afirmando-se católico no Oriente era o mesmo que dizer ser-se Português. 

Museus

Preservação do Património Cultural

Bernardo Cabral Meneses

As catástrofes ocorridas no Rio de Janeiro e em Paris deverão servir de exemplo para ser reforçada a segurança contra incêndios nos edifícios e em particular nos museus portugueses.

Liberdades

Graus de liberdade /premium

Teresa Espassandim

Ninguém poderá afirmar que é inteiramente livre, que pouco ou nada o condiciona, como se a liberdade significasse tão só e apenas a ausência de submissão e de servidão.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)