A Guardia Civil espanhola deteve quatro pessoas integradas nas redes de imigração ilegal alegadamente utilizadas pelo grupo radical Estado Islâmico, duas nas localidades de Arteixo e Tufions-Vimianzo e as outras duas em Almeria, informou o Ministério do Interior. Agentes do Serviço de Informação da Guardia Civil realizaram, esta segunda-feira manhã, duas buscas domiciliárias na região da Corunha.

Estão a ser investigadas as ligações em Espanha de dois suspeitos detidos na Áustria, depois de terem entrado na Europa através da ilha grega de Leros, assim como a relação das referidas redes com a rota dos refugiados sírios.