4 de maio de 1949
Desastre de Superga mata todo o plantel do Torino

No final dos anos 40, o Torino era uma das melhores equipas da Europa. Nessa década, o clube foi campeão em Itália cinco vezes, e bateu todos os recordes do campeonato (maior número de golos marcados e maiores goleadas, por exemplo).

Em maio de 1949, a equipa deslocou-se a Lisboa para um jogo particular contra o Benfica, de homenagem ao capitão do clube lisboeta, Francisco Ferreira. No voo de regresso a Turim, o avião enfrentou um forte temporal já perto da cidade italiana, que estava coberta de neblina. Durante a descida para o aeroporto de Turim, o avião despenhou-se contra a Basílica de Superga — devido à falta de visibilidade, a aeronave voou mais baixo do que o suposto.

Some of the victims of the air crash in which Italian football team Torino FC were killed, along with their British trainer Leslie Lievesley, 5th May 1949. The plane, which had taken off in Lisbon, was circling to land in Turin when it crashed into Superga hill. The death toll equalled 31, including the entire team, five reserves, two trainers, three journalist, the club's manager Arnaldo Agnisetta, a masseur and the crew of the aircraft. (Photo by Keystone/Hulton Archive/Getty Images)

Imagem: Keystone/Hulton Archive/Getty Images

Morreram 42 pessoas, incluindo as 31 que seguiam a bordo do avião. Quase todo o plantel do Torino morreu naquele dia, juntamente com vários jornalistas e a tripulação do avião. O acidente marcou definitivamente o futebol europeu, já que o desaparecimento daqueles jogadores marcou o fim do domínio do Torino no campeonato italiano e nas competições europeias. Nunca mais o Torino voltou a ter uma equipa assim.

Os funerais dos jogadores, dois dias depois do acidente, contaram com a presença de 500 mil pessoas ao longo das ruas de Turim. Como última homenagem, a federação italiana decidiu atribuir o título de campeão italiano ao Torino. Também a seleção nacional de Itália, que dependia sobretudo dos jogadores do Torino, foi fortemente afetada pelo desastre.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

6 de fevereiro de 1958
Oito jogadores do Manchester United morrem em queda de avião em Munique

A equipa do Manchester United regressava de Belgrado, na Sérvia, onde tinha jogado contra o Estrela Vermelha para a Liga dos Campeões. O avião, que levava a bordo o plantel, a equipa técnica, jornalistas e adeptos, preparava-se para aterrar em Munique, na Alemanha, para uma escala técnica, quando se despenhou contra a pista do aeroporto.

Inicialmente, a culpa foi atribuída ao piloto do avião, mas acabou por se provar que a causa foi uma camada de neve na pista, acumulada na sequência de uma tempestade. Morreram 23 pessoas, entre as quais oito jogadores da equipa britânica, e 19 ficaram feridas.

KIRCHTRUDERING, GERMANY - FEBRUARY 05: A memorial stone recalls the place of the Munich air desaster of the 6th February 1958, as 23 people including 8 members of the Manchester United football team lost their lives, seen on February 5, 2008 in Kirchtrudering near Munich, Germany. ManU supporters will commemorate the 50th anniversary at the scene of the accident. (Photo by Johannes Simon/Getty Images)

Memorial às vítimas do desastre aéreo de Munique. (Imagem: Johannes Simon/Getty Images)

16 de julho de 1960
Oito atletas da seleção olímpica dinamarquesa morrem em Copenhaga

Enquanto descolava do aeroporto de Copenhaga, o avião que transportava a seleção olímpica dinamarquesa sofreu um acidente. Morreram oito atletas, que seguiam para os Jogos Olímpicos de Itália, apenas sobrevivendo o piloto.

15 de fevereiro de 1961
Morrem 18 elementos da seleção de patinagem dos EUA

A seleção de patinagem norte-americana seguia rumo a Bruxelas quando o avião em que seguiam se despenhou, a seis quilómetros da capital belga. Morreram 18 elementos da equipa.

16 de outubro de 1972
Quando os Old Christians morreram nos Andes

A equipa uruguaia de rugby Old Christians seguia a bordo de um avião da Força Aérea Uruguaia que se despenhou na cordilheira dos Andes. Morreram 26 pessoas, no acidente ou depois, à fome. Os 16 sobreviventes foram encontrados dois meses depois do acidente, em dezembro.

27 de abril de 1993
Queda de avião mata toda a seleção de futebol da Zâmbia

Um avião da Força Aérea da Zâmbia caiu ao mar durante uma viagem rumo ao Senegal. Morreram os 30 passageiros, incluindo todo o plantel da seleção de futebol da Zâmbia e a equipa técnica.