A Madeira ganhou o prémio equivalente aos “Óscares do Turismo” para melhor destino insular do mundo. Nesta “corrida”, a região onde nasceu Cristiano Ronaldo teve como concorrentes destinos parasídiacos como Bali, Barbados, Ilhas Cook, Creta, Jamaica, Maldivas, Maurícias, Santa Lúcia, Sardenha, Seychelles, Sicília, Turks & Caicos e Zanzibar.

Os World Travel Awards (WTA) foram criados em 1993 e têm como objetivo reconhecer e distinguir exemplos de boas práticas no setor turístico mundial, que são escolhidos com os votos do público e de profissionais do setor. Em 2013 e 2014, a Madeira já tinha sido considerada pelos WTA como o melhor destino insular da Europa, tendo no ano seguinte (2015) recebido o galardão de melhor destino insular do mundo.

A Madeira recuperou o título de melhor destino insular da Europa e conquistou, pelo segundo ano consecutivo, o prémio de melhor destino insular do mundo.

Esta é, sem dúvida, a melhor forma de encerrarmos aquele que deverá ser o melhor ano de sempre para o setor do Turismo na Região”, declarou Eduardo Jesus, secretário regional da Economia, Turismo e Cultura da madeirense, ao receber a notícia.