315kWh poupados com o
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo MEO

Veja as melhores ofertas de telecomunicações aqui.

Mau tempo causa inundações. Distritos de Lisboa e Setúbal mais afetados

Este artigo tem mais de 4 anos

Dificuldades de escoamento da chuva estão a causar centenas de ocorrências. Segundo a Proteção Civil, 672 operacionais envolvidos na resolução de 202 ocorrências a nível nacional. Veja as imagens.

6 fotos

Cerca de 670 operacionais estão, segundo a Proteção Civil, envolvidos na resolução de 202 ocorrências, a nível nacional, relacionadas com o mau tempo. Os distritos de Lisboa e Setúbal estão a ser os mais afetados, com 100 e 41 ocorrências, respetivamente. Há registo de inundações e queda de árvores. Nas redes sociais circulam imagens de inundações, sobretudo na zona de Corroios/Moita, mas a Proteção Civil considera que são “situações pontuais” e que a tendência é para as condições melhorarem nas próximas horas.

Além dos 672 operacionais, a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) destacou 240 veículos para gerir os problemas causados pelo mau tempo. “A resposta está a ser a adequada“, diz fonte oficial da Protecção Civil ao Observador, adiantando que a situação em Lisboa e Setúbal está “em fase de normalização” e que “a depressão está a dirigir-se para norte, pelo que zonas como Leiria” podem ser mais afetadas pelo mau tempo nas próximas horas.

Veja as imagens (em atualização):

6 fotos

Dezasseis distritos do país estão este sábado sob aviso amarelo devido à previsão de rajadas de vento e períodos de chuva, por vezes forte, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A ilha de Porto Santo, na Madeira, também está sob aviso amarelo devido à agitação marítima, com ondas de quatro a cinco metros, e vento forte do quadrante oeste com rajadas até 85 km/h. O alerta para os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Portalegre, Viseu, Guarda e Coimbra deve-se à previsão de vento forte com rajadas, segundo informação do IPMA.

Já Castelo Branco, Leiria, Setúbal, Beja e Faro estão sob ‘Aviso Amarelo’ devido à previsão de vento forte com rajadas e períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada. Santarém, Lisboa e Évora estão sob ‘Aviso Amarelo’ por causa da previsão de períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada.

O ‘Aviso Amarelo’ é o menos grave de uma escala de três e representa risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

A página está a demorar muito tempo.