O próprio presidente da empresa foi nomeado pela Toyota para chefiar a sua recém-formada divisão de automóveis eléctricos, o que só reforça o empenho da marca nipónica em desenvolver rapidamente esta tecnologia. De forma a poder dispo neste domínio, já a partir de 2020, de uma oferta à altura do seu estatuto (modelos capazes de oferecer uma autonomia real na casa dos 300 km), Kiichiro Toyoda, neto do fundador da marca, irá liderar este processo, em conjunto com dois dos seus vice-presidentes executivos, Mitsuhisa Kato e Shigeki Terashi.

Citado pela agência Reuters, o porta-voz da Toyota, Kayo Doi, confirma isso mesmo: “Ao colocarmos o presidente e os vice-presidentes como responsáveis do departamento, pretendemos acelerar o desenvolvimento de automóveis eléctricos. O presidente supervisionará directamente as operações, para permitir que as decisões sejam tomadas de forma rápida e ágil”.

O departamento em questão inclui uma nova unidade que terá por missão definir a estratégia da Toyota relativa ao desenvolvimento e à comercialização de automóveis eléctricos, parte importante dos esforços a empreender pela marca para acompanhar as cada vez mais rígidas normas anti-poluentes. Ao mesmo tempo, o engenheiro-chefe do projecto Prius, Koji Toyoshima, foi nomeado para liderar a equipa de engenheiros da nova divisão, e integrará igualmente a unidade estratégica de veículos eléctricos, composta por quatro membros, incluindo representantes de importantes fornecedores da Toyota – a Denso, a Aisin e a Toyota Industries.