Já ouvir falar de “demolition derby”? Não faltam vídeos no YouTube acerca desta competição, que atrai participantes e público com um único atractivo: muita chapa amolgada (se nunca viu, sugerimos este a partir do minuto 8). Um terreno de terra batida converte-se num ringue de boxe, mas no lugar de pugilistas há condutores, que desferem golpes uns contra os outros. Com carros. Objectivo: ver qual é que fica menos empenado e consegue provocar maiores estragos no veículo do adversário.

Mas se isto é um jogo, com regras definidas à partida e em que todos os participantes sabem com o que podem contar, o que se passou num parque de estacionamento no sul de Los Angeles, EUA, foi tudo isso, sem ser isso. Confuso? Nós explicamos.

Domingo passado, a selva urbana de Los Angeles foi palco de uma luta leonina. Um derby verdadeiramente demolidor, onde houve de tudo: murros, pontapés, marteladas, perseguições e, sobretudo, chapa. Muita chapa amolgada e vidros partidos. Tudo isto perante uma audiência incrédula. E porquê? Porque as protagonistas eram duas condutoras que terão sido acometidas por uma espécie de doença – a raiva na estrada. Desentenderam-se no trânsito e acabaram por parar num parque de estacionamento perto do bloco 8400 da South Western Avenue. Foi aí que o conflito assumiu proporções que, geralmente, costumam estar a associadas a muita testosterona. Não era o caso.

Um vídeo amador captou imagens de extrema violência. Tanta que uma das condutoras urinou nas próprias calças, enquanto tentava proteger a cabeça dos pontapés que a outra lhe dava. Quando se levantou e assumiu o volante do seu Toyota RAV4 (que depois se veio a saber que era alugado), a conversa mudou. Começou a manobrar para estacionar, mas em cima do BMW X3. Seguem-se choques contínuos, que vão empurrando os veículos para fora do parque de estacionamento e, já do lado de fora, o final deste episódio é coroado por um enorme repuxo, quando a condutora do RAV4 rebenta uma boca-de-incêndio ao abandonar o local. Parece um filme, e é, mas aqui nada é ficção.

https://www.youtube.com/watch?v=pR4t6qyaJok