Arte

Exposição “Na Praia” é inaugurada hoje em Cascais com 26 obras de Paula Rego

A exposição "Na Praia", com 26 obras que percorrem uma década de criação da pintora Paula Rego, partindo da peça com o mesmo nome que entrou no acervo da Casa das Histórias, é inaugurada em Cascais.

Também até 26 de fevereiro, vai continuar patente a exposição "Old Meets New", também da artista, na Casa das Histórias Paula Rego

JOSÉ COELHO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A exposição “Na Praia”, com 26 obras que percorrem uma década de criação da pintora Paula Rego, partindo da peça com o mesmo nome que entrou no acervo da Casa das Histórias, é inaugurada esta quarta-feira, em Cascais.

De acordo com a Casa das Histórias Paula Rego, a exposição vai estar patente até 26 de fevereiro de 2017, parte do acrílico sobre tela “On the Beach” (“Na Praia”), criado em 1985, e apresentado em outubro deste ano em Londres, na feira de arte Frieze Masters.

A peça foi recentemente depositada pelo proprietário, um colecionador particular português, na Casa das Histórias Paula Rego, passando a integrar o seu acervo, revelou à agência Lusa a curadora da exposição, Catarina Alfaro.

A partir desta obra, a Casa das Histórias decidiu apresentar a exposição “Na praia/On the beach”, que dá a conhecer um ideário narrativo e imagético de cerca de uma década de criação da artista, os anos 1980.

Nesta década, Paula Rego encontrou uma linguagem visual radicalmente nova para contar as suas histórias, criando um universo ambíguo e complexo de interação entre seres humanos, animais, vegetais e híbridos.

A década de 1980, na vida de Paula Rego, é marcada por eventos significativos, como o estabelecimento definitivo da sua família em Londres, no Reino Unido, dando início a um novo ciclo.

Em 1983, a artista começa a colaborar com a Slade School of Fine Art, enquanto professora convidada e, cinco anos depois, em 1988, realiza a sua primeira grande exposição individual na Serpentine Gallery (Londres).

Este é, no entanto, o mesmo ano de um evento trágico na vida da pintora, pois o marido, também artista, Victor Willing, morre de esclerose múltipla, após longo período de doença.

Também até 26 de fevereiro, vai continuar patente a exposição “Old Meets New”, também da artista, na Casa das Histórias Paula Rego.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Livros

Livros para o Natal (I) /premium

João Carlos Espada

Seis sugestões de livros que são também leituras que desafiam os dogmas politicamente correctos hoje dominantes entre nós.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)